Domingo, 18 de Setembro de 2005

Sonho Meu (II)

Não podia ser, era quase que impossível ser quem eu estava a pensar.


Levanto o meio olhar sobre os óculos, e vejo aquele rosto, aquele sorriso que me marcou e acima de tudo, ele estava ali mesmo. Os nossos caminhos, voltaram a se cruzar e pelo menos durante um ano lectivo estaríamos juntos.


Será que ele conseguia usar a alma para desenhar, mal podia esperar para ver os seus primeiros traços, vê-lo pegar no pincel, acima de tudo ver a sua dedicação.


 


Continuava ele a sua apresentação: - … nos meus tempos livres, gosto de ir para perto do mar e dispor de uma boa companhia, para falar, perco-me horas quando a outra pessoa é boa comunicadora!


 


Nesse momento, quando termina a sua apresentação, dou um ligeiro sorriso como sinal de gratidão e que o prazer era mútuo. O toque soa e os alunos saem, agarro nas minhas coisas e deixo-o sair, não consegui dirigir-lhe uma única palavra, simplesmente o meu tímido olhar cruzou-se com o dele e ficamos por aí.


 


Isto nunca me tinha acontecido antes, devo confessar que me deixou num estado meio desconfortável, não sei como reagir perante isto. Passei o dia, nas nuvens, com vontade de voltar a estar a partilhar aqueles momentos. Não sei de que haveria de falar mas arranjaria um tema. Passo pela secretaria, onde estão afixados os horários de todas as turmas… 12º23 … procuro e encontro, saiu há 3 horas atrás, estaria no bar ou na biblioteca? Não podia permitir que esta dúvida continuasse, infelizmente não estava. Que queria eu, que esperasse por mim à porta da escola? Claro que não, tem 22 anos. Deve ter amigos com quem sair e às tantas namora.


Que loucura é esta que me vai na cabeça? Não sei nada sobre ele, nem sei se é homossexual. Não posso permitir que esta ilusão cresça mais. Vou apanhar com a porta na cara e nessa altura vou compreender que esta atitude não é a mais correcta!


 


Acabou de dar as minhas duas aulas e vou sair da escola, tenciono ir para casa, tomar um bom banho e depois, depois quem sabe se vou até à praia, na esperança de encontrar o Pedro.


Mas algo não me permitiu que isto acontecesse.


(…)

publicado por diferentblog às 01:43
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 21 de Setembro de 2005 às 15:16
Olá, vejo que a história está a correr bem, já não passo sem cá vir ver como está. Espero que esteja tudo bem contigo. Força sempre. Fica bem. AbraçoHomesexual Life
(http://www.homosexuallife.blogspot.com)
(mailto:homoslife@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Setembro de 2005 às 02:21
Olá!
Cheguei aquí pela indicação no Descascados e gostei muito do que ví. Há poucos dias publiquei um texto falando sobre o casamento e a adoção de crianças por homossexuais, temas já abordados aquí. E esta história, contada a partir das visões dos dois participantes me deixou com gosto de 'quero mais'. Voltarei outras vezes.
Zeca
(http://j.cb.blog.uol.com.br)
(mailto:j.cb@uol.com.br)


De Anónimo a 20 de Setembro de 2005 às 13:47
Acima de tudo tem cuidado, não te exponhas demasiado. Depois tenta perceber até onde vai esse teu sentimento e se é correspondido. Conta comigo, sempre que precisares e se quiseres adiciona o meu msn peixes25@msn.com... Forç amigo!!!
Pa
(http://duvidasgay.blogspot.com)
(mailto:peixes25@msn.com)


De Anónimo a 18 de Setembro de 2005 às 23:23
oi!
por vezes qd ñ nos esperamos encontramos a pessoa k gostariamos k cruzasse novamente a nossa vida.
jokasMiss-Devil
(http://missdevil.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Miss-Devil@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Sonho Meu (V)

. Sonho Meu (IV)

. Sonho Meu (III)

. Sonho Meu (II)

. Sonho Meu! (I)

. Desculpem!

. Preconceito!!!

. Adopção de Crianças!

. Diferente como nós...

.arquivos

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds